Vendaval causa apagão na Freguesia do Ó

A capital paulista registrou ventos de até 78 km/h no Mirante de Santana, na zona norte, na tarde desta terça-feira, 7, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). O vendaval causou transtornos: além da queda de árvores que matou uma pessoa e deixou outra ferida, pelo menos 15 bairros da cidade ficaram sem energia elétrica.

Galhos, árvores, toldos e outros objetos foram arremessados contra a rede de energia, o que provocou os apagões. A Eletropaulo não informou quantas pessoas foram prejudicadas pelo problema. Foram atingidos trechos de ruas em Pinheiros, Butantã, Lapa, na zona oeste, Vila Mariana, Morumbi e Guarapiranga, na zona sul, Parque São Domingos, na zona norte, e Santo André, no ABC, entre outros pontos.

Segundo a companhia, os clientes podem enviar um SMS com a palavra luz e o número da instalação para 27373 e comunicar falta de energia. De acordo com a Eletropaulo, desde a tarde havia cerca de 1.050 eletricistas trabalhando para o restabelecimento do serviço nos locais afetados.

Da manhã até as 19 horas, haviam caído 29 árvores, segundo o Corpo de Bombeiros, em bairros como Morumbi, guia dos Jardins, Indianópolis, Panamby, Lapa, Encontra Brás, Penha, guia do bairro Cangaíba, São Miguel Paulista, Vila Formosa e guia do bairro Freguesia do Ó.

Segundo os bombeiros, a queda de uma árvore às 18h50, na esquina da Avenida Rio Branco com a Alameda Glete, no centro, deixou um morto e outro ferido. A corporação não informou a identidade das vítimas.

Transportes. O vento também prejudicou o funcionamento do Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos. No total, 26 voos foram desviados para os Aeroportos de Viracopos, Bauru, Galeão e Confins. O aeroporto não chegou a fechar, mas teve de operar por instrumentos entre 16h38 e 17 horas.

A chuva que caia na cidade desde o meio da tarde também complicou o trânsito. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), pelo menos 71 semáforos ficaram inoperantes. Às 19h, a capital tinha 185 quilômetros congestionados.

Causa. Os vendavais em São Paulo foram provocados por um ciclone extratropical, que está em formação no Oceano Atlântico, entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Comum nesta época do ano, o fenômeno é causado pela baixa pressão atmosférica e, associado à chegada de frentes frias, favorece o surgimento de ventos fortes no continente.

A previsão é que o tempo continue instável nos próximos dias, com temperatura em queda e chuva até o fim de semana em todo o Estado.

Fonte: O Estado de S. Paulo




1 resposta

  1. Fabício 9 de junho de 2011

Deixe seu comentário